Via Gamer
Olá, bem-vindo a Via Gamer. Só aqui você encontrar as melhores dicas, análises, detonados, notícias e muito mais. Deseja se conectar ou registrar agora?


Notícias, Análises, Detonados, Dicas e Muito Mias.
 
PortalInícioBuscarGruposRegistrar-seLogin
Sejam Bem-Vindos! E leia as Regras, para ficar informado sobre a Via Gamer
Fique por dentro do que acontece no mundo game com nossas Notícias

Compartilhe | 
 

 Mortal Kombat volta ao passado e traz combates mais intensos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Bryan
Membro
Membro


Mensagens : 205
Créditos : 571
Reputação : 38
Data de inscrição : 19/04/2011

Ficha de Personagem
Nome:

MensagemAssunto: Mortal Kombat volta ao passado e traz combates mais intensos   Ter Abr 19, 2011 11:36 pm

Plataformas: PlayStation 3 e Xbox 360
Produção: Warner Bros. Interactive
Desenvolvimento: NetherRealm Studios
Distribuição no Brasil: Warner Bros.
Gênero: Luta
Jogadores: 1 a 4 (on-line)
Lançamento: 19 de abril (EUA) e 28 de abril (Brasil)
Preço sugerido: R$ 200
Nota: 9,0*

Alguns fatos resumem o sucesso da franquia “Mortal Kombat” desde o seu
lançamento em 1992: o jogo apresenta combates violentos com muito sangue
e mortes, possui uma história complexa, virou filme no cinema e
conseguiu entrar para o rol dos grandes games de luta ao lado de “Street
Fighter”, “Tekken”, entre outros.

Fatos mais recentes com o título “Mortal Kombat” comprovam a teoria:
filas em eventos para jogar alguns minutos do game, uma demonstração
jogada à exaustão por gamers nos videogames, cópias piratas de Xbox 360
que apareceram na internet dias antes de o game chegar às lojas e atécópias “vazadas” da empresa que fabrica os discos de PlayStation 3 comercializados no Brasil na Zona Franca de Manaus. Tudo para ter acesso antecipado ao aguardado game.
Após alguns fracassos da série como em “Mortal Kombat: Armageddon” e
“Mortal Kombat vs. DC Universe”, o estúdio NetherRealm buscou recontar a
história de sucesso da série desde o primeiro título, trazendo
personagens clássicos em versões remodeladas, um esquema de combates
rápidos e com boa resposta dos comandos. Claro, a violência dos
confrontos e dos golpes finais, os “fatalities”, não foram esquecidos.
De volta para o passado
A história do game começa no final de “Armageddon”, com todos os
lutadores mortos. Antes de ser eliminado por Shao Khan, Raiden consegue
enviar para o seu “eu” no passado tudo o que irá acontecer caso os erros
não sejam corrigidos. Desta maneira, jogando no modo história do game, é
possível rever o início do primeiro “Mortal Kombat”, com os lutadores
chegando em Outworld e se preparando para o torneio mortal.

Assim como em “Mortal Kombat vs. DC Universe”, a história coloca alguns
lutadores nas mãos do jogador, permitindo que o enredo cresça, passando
pelos três primeiros jogos da franquia.

Para os fãs, é uma oportunidade de rever, por exemplo, como Jax perdeu
os braços, como o primeiro Sub-Zero morreu ou como Cyrax se tornou um
ciborgue. Ainda, para contar essa história, o time de desenvolvimento
reconstruiu cenários dos outros títulos como a masmorra de Goro de
"Mortal Kombat", o calabouço de ácido de “Mortal Kombat II” e o metrô de
“Mortal Kombat 3”. Como o game roda em 3D no PS3, os locais apresentam
bastante profundidade.
'Mortal Kombat' traz combates violentos que deixam hematomas nos lutadores


Com seis horas de jogo, o modo história consegue trazer estes
personagens clássicos e dar mais profundidade à eles. Para criar os
lutadores, a NetherRealm utiliza o motor gráfico Unreal Engine 3 que,
pela primeira vez, roda em 60 quadros por segundo. A tecnologia traz
lutadores bastante animados, com expressões faciais e com detalhes em
roupas.

O foco não é criar heróis reais e, sim, versões estilizadas que,
durante as lutas se machucam, derramam sangue ficam aos pedaços ao
receber os fatalities. Golpes como o X-Ray mostram ossos se quebram e
órgãos internos que são destroçados. O visual, embora não seja
primoroso, não fica devendo em relação aos concorrentes. Vale lembrar
que o jogo não é recomendado para menores de 18 anos.


Combates sangrentos
Seguindo uma tendência que deu certo, o game apresenta um esquema de
jogo em 2D com gráficos em 3D. Assim, os golpes especiais seguem o
esquema tradicional, pressionando-se, por exemplo, para baixo e para a
frente e soco, para lançar um poder contra o adversário. O famoso
gancho, que retira boa parte da “vida” do adversário e o leva para os
ares, se manteve, sendo uma boa estratégia de ataque para os novatos na
série.

Uma barra especial na parte inferior da tela, que enche conforme se
desfere e se recebe golpes, permite investir em habilidades especiais
mais fortes e, quando ela está cheia, no poderoso ataque X-Ray.

Ao final de cada confronto, o jogador tem ainda a opção de realizar um
“Fatality”. O tradicional golpe mortal, diferente para cada lutador, o
elimina de diversas formas. Na maioria, são visualmente grotescas.
Ainda, o cenário pode ser usado para dar um fim ao inimigo. “Mortal
Kombat” traz ainda os “Babalities”, que transformam os lutadores em
bebês chorões.

O modo “Kombate” permite usar as técnicas de cada personagem em
batalhas mais tradicionais, sem história envolvida. Ao final do game,
cada um deles apresenta um final diferente por meio de animações
estáticas. Como novidade “Mortal Kombat” traz os confrontos de duplas,
que podem combinar ataques e dar assistência um ao outro. O sistema não é
complexo e permite criar estratégias interessantes de combate com cada
um dos personagens.

Outro modo é o "Challenge Tower" que apresenta 300 desafios para os
jogadores que vão desde eliminar adversários sem usar magias ou sem usar
socos e até vencer uma batalha sem levar nenhum golpe. Estes desafios
trazem o retorno do minigame “Test Your Might”, que é necessário
acumular força para quebrar objetos, além de “Test Your Strike”, que
exige precisão, Test Your Sight, para achar um objeto escondido, e Test
Your Luck. Este apresenta um confronto com condições adversas que apagam
até as luzes da fase.

Cada vez que se passa de fase no "Challenge Tower" (e também no modo
história ou no "Kombate"), o jogador recebe moedas que podem ser gastas
na Cripta, habilitando novas roupas para os heróis, fatalities, artes,
músicas e vídeos. O "Challenge Tower" consegue com eficácia aumentar a
longevidade do título.



Ao lado dele, se destaca o modo on-line que, além dos confrontos entre
dois jogadores, permitem que até quatro pessoas, dois em um videogame e
outros dois em outro, se enfrentem em duplas. O "King of the Hill"
permite criar uma sala com amigos enquanto os que aguardam podem
assistir os que estão se desafiando.

Os donos do PlayStation 3 têm o personagem Kratos como extra exclusivo.
Entretanto, a Warner Bros. planeja lançar um conteúdo exclusivo por
download para o Xbox 360, mas não confirmou o que ele traria.

“Mortal Kombat” ainda apresenta legendas em português que, embora
apresente alguns erros de tradução, ajudam a entender a história. A
Warner Bros. afirmou que trabalha em uma atualização do game que, quando
lançada, irá corrigir este problema.

O jogo, como os três primeiros, e melhores, títulos, consegue
satisfazer fãs e novatos na franquia. Os combates são intensos,
sangrentos e exigem habilidade do jogador. Embora o modo história seja
relativamente curto e os erros de tradução incomodem, jogar com todos os
personagens, ter confrontos em dupla, um modo on-line robusto e o
Challenge Tower aumentam a longevidade do game. Para esquecer os
fracassos do passado recente, a NetherRealm trabalhou duro e conseguiu
fazer um game que tem tudo para ser um sucesso de vendas e entrar para o
lendário ranking que estão os três primeiros “Mortal Kombat”.
Noticia original por g1.globo.com

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

Mortal Kombat volta ao passado e traz combates mais intensos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Via Gamer :: Central :: Noticias do Mundo dos Games-