Via Gamer
Olá, bem-vindo a Via Gamer. Só aqui você encontrar as melhores dicas, análises, detonados, notícias e muito mais. Deseja se conectar ou registrar agora?


Notícias, Análises, Detonados, Dicas e Muito Mias.
 
PortalInícioBuscarGruposRegistrar-seLogin
Sejam Bem-Vindos! E leia as Regras, para ficar informado sobre a Via Gamer
Fique por dentro do que acontece no mundo game com nossas Notícias

Compartilhe | 
 

 (Análise) Marvel Vs. Capcom 3: Fate of Two Worlds

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
!Supreme-Sony!
Membro
Membro


Mensagens : 93
Créditos : 243
Reputação : 31
Data de inscrição : 09/05/2011
Localização : SONY

MensagemAssunto: (Análise) Marvel Vs. Capcom 3: Fate of Two Worlds   Qui Maio 12, 2011 3:09 pm

Marvel Vs. Capcom 3: Fate of Two Worlds





O
primeiro Marvel Vs. Capcom surgiu ainda na época do fliperama, junto o
melhor dos dois mundos da luta em um único jogo. Nessa época, tinha
vários personagens favoritos do pessoal, contando já logo no primeiro
titulo, varios personagens de tudo que era época.

O sucesso foi
tão grande que lançou tempos depois o Marvel Vs. Capcom 2 para as
plataformas mais modernas , que seguiu o mesmo caminho do primeiro
titulo: vários personagens, vários combos e uma jogabilidade bem pratica
de ser jogada.
Mas atualmente, estava faltando um jogo de luta que
fosse simples e divertido de jogar, seja sozinho ou com os amigos. Eis
que surge o novo Marven Vs. Capcom 3: Fate of Two Worlds.





Graficos: Nota 9.5

Não
que ele seja inovador com os outros títulos da série, mas se fomos
comparar com os outros jogos de luta famoso, como por exemplo, o Street
Fighter IV, o Marvel Vs. Capcom 3 é bem melhor em tudo, seja no gráfico,
seja jogabilidade, seja pela diversão. Antes do lançamento do jogo da
Capcom, lançou outros títulos de jogos de luta para concorrer com o
Street Fighter IV, como por exemplo o BlazBlue: Calamity Trigger.
BlazBlue:
Calamity Trigger é até mais divertido do que o Street Fighter IV, mas
se não fosse a dificuldade de dar os golpes e a falta de combos, seria
sim um sucesso. E isso não falta nem um pouco no jogo da Capcom.

Enfim, vamos esquecer um pouco esses outros jogos e nos focar no jogo Da Capcom. Primeiro, os gráficos.
Os
Graficos do jogo esta no modelo certo de, digamos assim, textura. Os
gráficos usa a mesma engine do Resident Evil 5, porem com mais luzes
psicodélicas nos ataques. Os personagens não ficou com aquela textura
que nem do Street Fighter, no estilo de desenho, mas sim de um estilo
mais real. Mas não vamos dizer que os personagens é que nem pessoas que a
gente vê no mundo real, calma ai pessoal.

Os cenários são muitos
agradáveis de ser visto e jogado. Nenhum deles tem alguma coisa que te
roube a atenção durante a luta, mas é bem feito em todos os detalhes. Os
visuais dos golpes é também uma coisa que chama bastante atenção, todos
os efeitos gráficos dos golpes é sempre com bastante movimentação e
luzes, deixando você bem empolgado a jogar mais e mais.





Diversão: Nota 10.0

Os
especiais de cada personagens também são repletos de efeitos especiais,
principalmente dos persoagens como o Ryu, Dante, Wolverine, Capitão
América e etc...

Falando em personagens, a quantidade de
personagens jogáveis desse jogo é difícil de se ver em outro titulo da
concorrência. Total de 34 personagens diferentes, sendo 17 dos
personagens da Capcom, como o Ryu, Crhis (isso mesmo, do Resident Evil
5), Morrigan, Amaterasu, Dante, Akuma, etc; e 17 personagens no lado da
Marvel, como o Captão América, Wolverine, X-23, DeadPool, Hulk, Thor,
Iron Man, Stowm, Spider Man, e assim vai.

E o legal desse jogo é
que não tem muita frescura de conseguir dar um especial, as seqüência
são simples de se fazer, e o menu que mostra como que é tal seqüências, é
de fácil entendimento.

Antes de começar a luta, você deve
escolher 3 personagens. Com eles, você pode combinar golpes com os três
personagens que você escolheu, ou se você estiver apanhando muito com um
carinha, pode trocar o personagem no meio da luta livremente, para
poupar o seu outro personagem e ele se recuperar a vida. Por isso é bom
ir sempre mudando de personagem no meio da luta, para garantir a sua
vitória sem sustos





Para
saber se tem como dar algum especial ou não é também bem fácil de
visualizar. Embaixo da tela, tem uma barrinha que vai até o nível 5. Se
você bate, essa barrinha enche, e se você apanha, essa barrinha enche
mais rápido ainda. Isso é bom quando você esta apanhando muito, ai tem
como se salvar usando os especiais no adversário mais cedo, derrotando
ele.
Quando essa barrinha chega no nível 5, ai que é o legal da
série: você pode chamar os 3 personagens que você escolhe para soltar os
especiais de cada um todos juntos, de uma só vez. Se você escolher os
personagens certos, nesse golpe pode até tirar 80% da vida do adversário
de uma só vez!!!

Uma coisa também interresante é a opção
Missões, que nada mais é completar as missões de combos de cada
personagem. É uma boa pedida para ir treinando combos novos nos
adversários, mas posso garantir que para completar todas as missões, tem
que ser muito bom no jogo e rápido nas seqüência com os dedos no
controle.





Sons: Nota 9.0

Os
efeitos sonoros estão bem representados, obrigado. As falas de cada um
dos personagens são praticamente iguais das versões originais. Como tem
personagens de origem americana e de origem Japonesa, no menu do jogo
tem a opção de deixar as falas dos personagens tudo em Americano, tudo
em japonês ou nas versões originais de cada um, um detalhe bem lembrado
pela capcom.

As musicas são do melhor estilo retro; quem jogou
esses jogos no fliperama, vai saber do que eu estou falando. Mas mesmo
assim, tem a opção das musicas serem do estilo clássicas, tipos dos anos
90, ou do estilo moderna, com os toques mais equalizados e etc. Mas na
minha opinião, legal mesmo é deixar no modo Classic nesse quesito.





Nota Final: 9.0

Apensar
de ter escolha da dificuldade do jogo, que vai deste do “Very Easy” até
o “Very Hard”, a dificuldade é progressiva. As primeiras rodadas são
sempres fáceis, indepedente da dificuldade que você escolheu, mas
conforme você vai passando, os adversários vão ficando mais rápidos nos
golpes, vão usando mais os golpes especiais e a troca de personagens
deles vão ficando mais freqüente, que a vantagem sobre isso eu disse
texto acima.

Uma coisa que com certeza que vai tomar o seu tempo é
liberar os “extras” que o jogo possui, como novas vídeos de aberturas
do jogo, imagens dos personagens, etc... Só para adiantar, para ir
liberando tudo isso, praticamente você tem que ir zerando o jogo com um
personagem diferente, então haja dedo!!!





Enfim,
é um jogo que realmente vale a pena tem em casa, seja jogando sozinho,
melhor jogando com os amigos. Esse jogo é diversão pura, que conta com
todos os seus personagens favoritos seja ele do lado da Capcom, seja do
lado da Marvel.
A única coisa que acho que poderia ser feita é do
jogo ser um pouco mais longo. Assim, se você escolheu 3 personagens,
você deveria lutar com os outros 30 personagens contra, mas não é isso
que ocorre. Você repara que no final ficou muito adversário que você não
lutou quando chega no chefão, mas não é isso que tira o brilho desse
jogo fantástico.

Esta esperando o que para ter o seu?! Corra para
uma loja, compre o jogo e seja feliz para o resto do ano, ou até lançar
o Marvel Vs. Capcom 4.




Analise By The_Racer ®
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://http//:sony.com
 

(Análise) Marvel Vs. Capcom 3: Fate of Two Worlds

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Via Gamer :: Playstation 3 :: Reviews-